Dentro do avião voltando de uma viagem para o Rio de Janeiro sou acordado pela aeromoça pois estávamos próximos a pousar. Ainda meio dormindo, abro a janela e vejo o Pico do Paraná! Nesse momento começo a ficar inquieto porque não havia ninguém ao meu lado para poder compartilhar minha felicidade em ver meu lugar favorito em todo estado. Tive que tomar uma atitude drástica, cutuquei a pessoa a minha frente e disse:

– Senhor! Olha lá, estamos sobrevoando o ponto mais alto do sul do Brasil!!!
– A tá, legal.

Ele respondeu desse jeito porque não conhecia o Pico do Paraná. Se já tivesse passado o dia caminhando pelas trilhas e conhecesse todas as belezas da Serra o Ibitiraquire, não falaria assim. Na verdade eu até fiquei meio bravo por ele ter feito pouco caso do “brinquedo” mais legal do meu quintal!

Pico Paraná Visto do Caratuva

Pico Paraná Visto do Caratuva

O Pico Paraná

O Pico Paraná é somente uma de várias belas montanhas que há na Serra do Ibitiraquire. Essa cadeia ainda inclui cumes como o Caratuva, o Tucum, o Siririca, o Ferraria, Itapiroca dentre outros. No entanto subir o PP, como é chamado o Pico Paraná, é a trilha mais interessante da região (na minha opinião). São oito quilômetros de subida – e às vezes algumas escalaminhadas – nos 1120 metros de ascensão, até os 1877 msnm. A caminhada é dura mas bem sinalizada, é difícil se perder mas é sempre interessante ir com alguém que já conhece a região.


Visualizar Trilha de Subida ao Pico Paraná em um mapa maior

Acredito que há duas formas de completá-la, ambas com o mesmo nível de esforço:

  • Acampando

Desse jeito dificuldade da subida fica dividida em dois dias, assim se faz somente oito quilômetros de cada vez, no entanto há o contra de ter que carregar uma mochila cargueiro bem pesada. Particularmente prefiro essa forma, visto que se pode ver nascer do sol no pico, as estrelas ao anoitecer, curtir o ar que não se respira todos os dias e também passar uma noite gelada a uma temperatura muitas vezes negativa.

Noite no Acampamento 2 - Pico Paraná

Noite no Acampamento 2 – Pico Paraná

Nascer do sol no Pico Paraná

Nascer do sol no Pico Paraná

  • Bate e volta

Com o pró de poupar energia pelo menor peso, a opção de subir e descer no mesmo dia é a melhor para quem está com o condicionamento físico em dia. Geralmente as pessoas fazem cada parte do caminho em seis horas,  assim seriam doze horas de caminhada.

Pico Paraná por Diego F. G.

Pico Paraná por Diego F. G.

Informações
Localização: Fica em Campina Grande do Sul (PR) na Fazenda do Pico Paraná.
Como chegar: Na BR-116 sentido São Paulo, após a entrada para a Serra da Graciosa, passa o próximo pedágio, depois o Posto Tio Doca. Próximo ao Km 47  há uma ponte sobre o Rio Tucum. Logo antes dessa ponte entra-se à direita e segue as placas até a fazenda.
Quanto custa: até hoje o Dilson (dono da propriedade) cobra R$ 10,00 por pessoa.
Horário de funcionamento: A propriedade fica aberta das 07:00 às 22:00 para entrada e saída de pessoas.
Estrutura: A base conta com banheiros e chuveiros e ainda pode-se comprar uma água ou refrigerantes após a árdua escalada.
Trilhas mais detalhadas: No Rumos

Avaliação

Dificuldade Técnica
Dificuldade Física
Dificuldade de Orientação
Duração
Beleza
Total

Em suma, o MundoCrux recomenda fazer a trilha para o Pico Paraná, garantimos que será uma experiência muito legal!

About The Author

Mineiro radicado na cidade sorriso que, para quem não conhece, é Curitiba. Com 29 anos de idade, é formado em Engenharia Elétrica pela UFPR. Amante de tudo que envolve a natureza. Seus hobbies são: Paraquedismo, Montanhismo, Corrida, Ciclismo, Escalada (atualmente somente indoor) e principalmente viagens.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.