Quando escrevi o post sobre As Cinco Coisas Mais Incríveis Feitas pela Conquista de uma Montanha, pensei que eram os atos mais extraordinários de sobrevivência em condições extremas. Mas parece que a capacidade do ser humano em superar situações adversas pelo instinto e vontade de viver terá sempre mais um capítulo, uma história incrível. Recentemente, terminei de ler A Incrível Viagem de Sir Ernest Shackleton.

Shackleton - Antes

Shackleton – Antes

Shackleton - Durante e expedição

Shackleton – Durante e expedição

A trágica Expedição Imperial Transatlântica Inglesa, realizada entre os anos de 1914 a 1916, pelo capitão Ernest Shackleton e seus 27 tripulantes a abordo do Endurance tinha o objetivo de atracar no Mar de Weddel e depois realizarem a travessia do continente antártico, cruzando pelo polo magnético. Mas, como já era de se esperar, não foi exatamente isso que aconteceu.

Com pouco mais de um mês de navegação, o Endurance – navio de madeira mais preparado para navegação no gelo – encalhou em um banco de gelo. Até aí tudo bem, comparado ao que ainda estava por vir. Próximos ao círculo polar, com frio de -20ºC e sem outra alternativa, a tripulação teve que passar o inverno antártico dentro da embarcação.

Endurance no Gelo

Endurance no Gelo

Esse cenário parece ser ruim, mas vai piorar, e muito! Ao final do inverno, já na transição para a primavera, veem uma chance de saída e o navio até percorre alguma distância, mas o banco de gelo em que estavam presos começa a pressionar o navio. Este fenômeno é muito comum, visto que placas de gelos distintas percorrem trajetos aleatórios. Assim, os dois banco de gelos resolveram esmagar o Endurance, o que não é uma tarefa difícil para as duas massas de gelos com milhões de toneladas. E assim, a única forma de voltarem vivos, era chegar de alguma maneira à alguma ilha habitada nesse inóspito continente.

Endurance afundando

Endurance afundando

Esses acontecimentos, mostrados acima, não são nem de perto as maiores provações passadas pelos náufragos da Expedição Imperial Transatlântica. As condições de sobrevivência extremas, a travessia nos mares mais tempestuosos da terra, as decisões importantes em meio a situações de vida ou morte e também o grande exemplo de líder que foi o Sir Ernest Shacklelton, fazem desse livro um dos melhores que já li.

Barco salva vidas

Barco salva vidas

Se os 27 náufragos e Sir Ernest Shackleton conseguiram se salvar, e a forma como o fizeram, deixo a cargo do livro responder. Mas, depois que essa viagem começar, você não vai querer parar de acompanhá-los. Até porque, se tem um cara Crux nesse mundo, o sobrenome dele é Shackleton.

A Incrível Viagem de Shackleton

 

Fonte das fotos: http://thestandardedition.com/2009/12/13/shackleton/

About The Author

mm

Mineiro radicado na cidade sorriso que, para quem não conhece, é Curitiba. Com 29 anos de idade, é formado em Engenharia Elétrica pela UFPR. Amante de tudo que envolve a natureza. Seus hobbies são: Paraquedismo, Montanhismo, Corrida, Ciclismo, Escalada (atualmente somente indoor) e principalmente viagens.

Related Posts

5 Responses

  1. José Antônio Torelly Campello

    Este é uma aventura emocionante, eletrizante, chocante mesmo, uma lição de liderança, solidariedade, responsabilidade de um lider sobre seus homens depois dele ver sua base navegante sucumbir e junto seus sonhos seus objetivos naufragarem próximo ao continente gelado da Antártica, quando a Natureza lentamente, impassível em seu ciclo, passa a ameaçar-lhe a vida e a de seus comandados. Neste instante externam as qualidades do líder empenhado num sentimento profundamente humano de compaixão, de habilidade no trato das personalidades heterogêneas, de valorização, de coragem, de altruísmo, de planejamento, enfim de inteligência para salvar aquelas vidas esquecidas nos confins do planeta, por uma Pátria profundamente envolvida na 1ª Guerra mundial.

    Responder
  2. Dennis Renner Peter

    livro f-a-n-t-a-s-t-i-c-o. Dura 3 dias, porque a gente não pára de ler.

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.